Sobre

 

Não se aprende apenas numa sala de aula. A autonomia dos indivíduos é cada vez mais valorizada e essa valorização sente-se igualmente na aprendizagem. A aprendizagem autónoma assenta, entre outros, no reconhecimento do dinamismo do conhecimento, no papel ativo do aprendente e na diversificação de recursos para aprender. Num contexto como o de Timor-Leste, em que o português não é a língua materna da esmagadora maioria da população, é essencial desenvolver competências de aprendizagem. As tecnologias constituem-se hoje como grandes impulsionadoras da aprendizagem autónoma.

 

Todos os materiais presentes em “Recursos” foram construídos a pensar nas especificidades do nosso público-alvo, os jornalistas timorenses, mas podem ser usados por outros aprendentes timorenses, já que muitas das dificuldades detetadas são comuns a outros grupos.

De sublinhar que, além de materiais que os aprendentes poderão usar autonomamente, encontram-se outras atividades para a sala de aula (assinaladas com      ) .

 

Votos de muitas descobertas em português!